Defesa Civil afirma que o Piauí precisa de mais 1.500 bombeiros

 Defesa Civil afirma que o Piauí precisa de mais 1.500 bombeiros

 

Semar não participa de audiência sobre queimadas

Por iniciativa da Deputada estadual Teresa Britto-PV, a Assembleia Legislativa realizou nesta quarta-feira(13) uma audiência pública para discutir as queimadas realizada no Piauí.

Participaram da audiência representantes de organizações governamentais e não-governamentais. O secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Daniel Marçal não participou e nem enviou representante. A ausência do gestor pode invalidar o principal encaminhamento da audiência que foi definido, a contratação, por concurso, de bombeiros para os 224 municípios.

Segundo Marcos Rolf, representante da defesa civil, a deficiência de recursos humanos para combate a incêndio s e queimadas desordenadas no Piauí é de 1.500 bombeiros, pois o previsto é um bombeiro para cada mil habitantes e o Piauí tem um bombeiro para cada quinze mil habitantes. Ele ressaltou também que o Piauí não tem lei de regulamentação de queimadas.

De acordo com Áurea Madruga, representante do Ministério Público-PI, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) deu um prazo de vinte dias para que o Governo do Piauí utilize o recurso para a para estruturar o Corpo de Bombeiros no combate aos incêndios. Ela disse ainda que a dotação orçamentária para isso já foi efetuada e agora é necessário que as secretarias estaduais de Planejamento, Fazenda e Corpo de Bombeiros instituam uma unidade gestora para administrar o Fundo.

Segundo o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, José Veloso, Ainda não existe um prazo específico para que de fato se comece a usar os recursos para equipar o Corpo de Bombeiros, com novos veículos e equipamentos de proteção. A expectativa é que seja adquiridos até o final do ano de 2022.

José Veloso ressaltou que existe a previsão de que sejam destinados para o Corpo de Bombeiros, emendas parlamentares em torno de trinta milhões de reais, além do fundo já previsto.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *