Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado debate Tecnologia 5G nesta quinta-feira(28)

 Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado debate Tecnologia 5G nesta quinta-feira(28)

O processo de implementação das redes móveis 5G será o tema da audiência pública interativa da Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) do Senado, nesta quinta-feira (28), a partir das 10h.

Segundo o autor do requerimento da audiência, senador Jean Paul Prates (PT-RN), o objetivo é “esclarecer com especialistas e representantes do governo a situação atual do processo de licitação de radiofrequências já iniciado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e as expectativas para
implementação dessa tecnologia no país, além de aprofundar questões relativas à segurança cibernética das redes que serão implementadas”.

Calcula-se que ainda haja mais de 3 milhões de brasileiros sem sinal de internet móvel. As tecnologias dominantes atualmente no país são o 3G (que alcança 99,9% da população) e o 4G (disponível em municípios que representam 97% da população).

A tecnologia 5G possui banda larga móvel com maior capacidade, melhor “eficiência espectral” (aproveitamento do espaço de radiofrequência) e maior capacidade de usuários na área de cobertura da antena, podendo comunicar-se com mais dispositivos e mais rapidamente.

Veja esta reportagem especial da Agência Senado sobre o tema.

Foram convidados para a reunião e participarão por videoconferência:

  • Francisco Soares, vice-diretor do Grupo Setorial de Telecomunicações da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee);
  • Cristiane Sanches, conselheira da Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações (Abrint);
  • Flávia Lefevre, integrante do Coletivo Intervozes e da Coalizão Direitos na Rede;
  • Diogo Moyses, coordenador do Programa de Telecomunicações e Direitos Digitais do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec).

Também foram convidados representantes da Associação NEO, da Fundação Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD) e do Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel).

Como participar

O evento será interativo: os cidadãos podem enviar perguntas e comentários pela telefone da Ouvidoria do Senado (0800 061 2211) ou pelo Portal e‑Cidadania, que podem ser lidos e respondidos pelos senadores e debatedores ao vivo. O Senado oferece uma declaração de participação, que pode ser usada como hora de atividade complementar em curso universitário, por exemplo. O Portal e‑Cidadania também recebe a opinião dos cidadãos sobre os projetos em tramitação no Senado, além de sugestões para novas leis.

Fonte: Agência Senado

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *